Archive | 22/01/2010

Crise (dis)Funcional

A web 2.0 está para o jornalismo assim como um dia a máquina fotográfica esteve para a pintura.

A pintura, antes da existência da máquina fotográfica, tinha a nobre função de representar, retratar a realidade. O surgimento da máquina fotográfica provocou um choque sobre essa arte maior. Quando foi destituída dessa sua função fundamental a pintura tornou-se mais num exercício de intelectualização da sua existência.

De movimento em movimento, intelectualização em intelectualização, a pintura sobreviveu até hoje. Nunca mais voltou a ter a valiosa função objectiva de retratar a realidade mas manteve o valor da representação subjectiva dessa mesma realidade.

Diariamente deparo-me com um número de artigos e intelectualizações de jornalistas sobre o jornalismo semelhante ao número de artigos de jornalistas sobre o mundo. Estaremos a atravessar uma era de meta-jornalismo?

Anúncios