Archive | Junho 2009

Abstenção, Lua Cheia e Caça ao Polvo.

Cheguei ontem a Lisboa. Fui de férias, voltei para votar.

samoqueira
Estive na Samouqueira. Um pequeno conjunto de casas que fica além do fim do alcatrão. Perto daquele mar onde só se chega por estrada de terra batida.

A casa onde estive tem por vizinhas “a olho nu” duas outras casas. Numa vive um casal de 80 anos e na outra, da D. Maria,
o marido enforcou-se ainda novo.

Ontem, antes de voltar para Lisboa, a D. Maria sentiu-se mal. Tinha uma “aflição” e caminhou como pode até à casa mais próxima da sua. Entrou, sentou-se e falou da sua aflição.

Quem a ouviu achou que a D. Maria devia ir aos bombeiros. Na Samouqueira não há médicos, hospitais ou centros de saúde. Antes de saírem para os bombeiros, e eu para Lisboa, disse-me uma menina de 13 anos:

“Se acontecer alguma coisa à D. Maria eu vou sentir mas ela já tem 85 anos. Mas se acontecer alguma coisa à D. Francelina vou sentir ainda mais.”
Pergunto se a D. Francelina é mais sua amiga que a D. Maria e a resposta desarmou-me “É diferente. Foi a D. Francelina quem me ensinou todos os palavrões que sei dizer.”

O conhecimento adquirido pode ser questionado e questionável mas ouvir uma criança partilhar o medo de perder as suas vizinhas de 80 anos não tem nada de questionável seja porque motivo for.

Na Samouqueira o dia 7 de Junho de 2009 é um dia muito importante. Não por ser o dia das eleições europeias mas por ser a noite de Lua Cheia e por isso ser dia de caçar polvos.

Na Lua Cheia as marés são mais extremadas e a maré vaza deixa a descoberto a rocha onde se escondem os polvos.

No sitio onde estive de férias a abstenção vai ser grande. A D. Maria foi levada para o hospital de Lagos e a D. Francelina tem de ir pescar polvos.